Filtro de luz azul: 5 curiosidades sobre a tecnologia que protege a visão

O filtro de luz azul tornou-se uma tecnologia importantíssima para a saúde dos olhos nos dias de hoje, ainda mais em meio a pandemia do novo coronavírus.

Segundo a pesquisa realizada pela HootSuite em parceria com a We Are Social, em 2019, o Brasil está em segundo lugar no ranking mundial de países que passam mais tempo conectados à internet, com uma média de 9 horas 29 minutos por dia. O primeiro lugar é ocupado pela Filipinas, online mais de dez horas por dia

Esse tempo todo na internet significa, por ano, 145 dias de exposição direta à luz azul-violeta, presente em aparelhos eletrônicos, como televisores, tablets, notebooks e smartphones.

Para saber mais sobre a luz azul-violeta, o filtro de luz azul e a saúde dos olhos, o  gerente de produtos oftálmicos das Óticas Diniz, Leonardo Queiroz, tira algumas dúvidas e traz mais informações.

Filtro de luz azul protege os olhos de alguns malefícios

Tanto tempo diante da luz azul-violeta pode comprometer à visão. Segundo Leonardo Queiroz são graves os efeitos na saúde ocular. “Estudos da Universidade de Toledo, nos Estados Unidos, publicados na revista Nature, constataram que o efeito acumulativo da luz azul-violeta ao longo dos anos pode gerar danos às células fotorreceptoras da retina, aumentando o risco de degeneração macular, e, no extremo, pode levar à cegueira”, afirma.

Alimentação saudável contribui para a saúde dos olhos

Outros danos que podem ocorrer é desregular o sono e causar dores de cabeça constantes.

Até para quem não precisa de óculos pode usar modelos com filtro de luz azul

Para proteger destes problemas, a primeira recomendação é tentar reduzir o tempo de exposição aos aparelhos eletrônicos, principalmente à noite. Além disso, uma proteção à mais é o uso de óculos com filtro de luz azul. “Também existem lentes com o filtro disponíveis em todas as dioptrias e também em lentes planas, para quem não tem necessidade de lentes corretivas”, diz o especialista.

Como proteger os olhos ao assistir séries

Óculos com filtro para o dia e para a noite

Ricadro-Magro

Esta tecnologia pode ser usada em lentes incolor ou solares e permite a passagem do espectro azul-turquesa e bloqueia apenas a toxidade do espectro nocivo. Assim gera maior conforto visual e protege os olhos. “Esse tipo de lente pode ser usado o dia todo. A tecnologia é altamente confiável e costuma vir acompanhada de outros tratamentos, como antirreflexo, antirrisco e camadas hidrorrepelentes”, informa.

Na hora de escolher os óculos

Hoje, além de optar por uma armação que seja confortável e combine com o tipo de rosto (link para a matéria sobre o assunto) e a personalidade do usuário, dar preferência por modelos com o filtro de luz azul é uma escolha importante. “Muitas pessoas investem apenas no status e no estilo das armações, se esquecendo da funcionalidade, qualidade e proteção das lentes que vão compor os óculos. Mas é preciso considerar que os principais fornecedores de lentes no mundo disponibilizam uma infinidade de tecnologias, materiais e tratamentos para trazer melhor visão e, consequentemente, qualidade de vida aos usuários”, diz Leonardo Queiroz.

Quer saber mais sobre a tecnologia do filtro de luz azul? Acompanhe as atualizações do blog das Óticas Diniz, assim como as publicações do Instagram e Facebook.

 

Fontes

Veja Saúde

CanalTech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *