Tudo que você precisa saber sobre enxaqueca oftálmica

Quem sofre de enxaqueca não suporta a ideia de uma crise ser tratada apenas como uma simples dorzinha de cabeça. O momento é muitas vezes tido como “o pior da vida”, principalmente pela intensidade da dor, que se mistura com a sensação de náusea e com um incômodo profundo com a luminosidade do ambiente.

Quando a crise de enxaqueca é aguda, a dor é tão intensa que a pessoa perde completamente o poder de concentração e muitas vezes chega até a ter a capacidade motora afetada.

Apesar deste quadro extremamente sofrível da enxaqueca comum, a enxaqueca oftálmica ou ocular não apresenta essas características com a mesma intensidade. O incômodo maior vem por enxergar luzes, linhas ou estrelas piscando – em casos mais graves, pode provocar a perda parcial ou total da visão em um ou nos dois olhos.

Vale lembrar que um tipo de enxaqueca não exclui o outro. A enxaqueca oftálmica, inclusive, é normalmente seguida pela forma mais comum do problema.

Por dentro dos sintomas

Por incrível que pareça, a enxaqueca ocular é indolor. Ela costuma começar com um ponto brilhante na lateral do campo de visão, que acaba se espalhando gradualmente. Com isso, pode provocar a perda parcial ou total da visão. Linhas e estrelas também podem aparecer.

Os sintomas da enxaqueca ocular normalmente duram pouco tempo, entre 20 e 30 minutos. Importante destacar que geralmente são seguidos por dor de cabeça, enjoo, mal-estar e sensibilidade à luz e ao som.

Em casos mais raros da enxaqueca ocular, é possível ter formigamento; dormência e fraqueza nas mãos e nas pernas; distúrbios na fala; distorções no entendimento de tamanho e espaço; e atordoamento.

Como tratar

Ainda não está comprovado que os medicamentos utilizados para combater a enxaqueca comum fazem efeito na enxaqueca oftálmica, portanto, é sempre indicado procurar um oftalmologista o mais rápido possível.

Deixar de lado o que está fazendo no momento e descansar os olhos por alguns minutos são atitudes que podem ajudar em uma situação de crise de enxaqueca oftálmica. Mas, o importante é tomar algumas atitudes para prevenir a chegada dos sintomas.

Possíveis causas

Em alguns casos, as causas da enxaqueca oftálmica estão relacionadas a pequenos problemas nos vasos sanguíneos ou até mesmo a doenças autoimunes. Porém, na maioria das vezes, os hábitos e a maneira como a pessoa vive podem ser os causadores e influenciar até mesmo no grau do problema.

Abuso de bebidas alcoólicas, má alimentação, falta de descanso adequado para o corpo, ausência de sono, entre outros, são fortes incentivadores à enxaqueca oftálmica.

Além de estresse físico e psicológico, podemos citar também como causadores da enxaqueca ocular alguns desequilíbrios químicos e hormonais, incluindo ainda a pré-disposição genética, capaz de causar anormalidades neurológicas.

Formas de prevenção

Mudanças no estilo de vida são fundamentais para a prevenção da enxaqueca oftálmica. Prática de exercício físico, sono bom e regular são as principais recomendações, além de evitar situações de estresse e seguir uma alimentação saudável. Evite alimentos com muita cafeína, álcool, enlatados, embutidos e frituras em grande quantidade.

Agora é com você! Cuide-se e conte com as Óticas Diniz sempre que precisar. Quer fazer seus óculos com aquela armação da moda? Procure uma das nossas lojas, estamos prontos para ajudar!

O que mais quer saber sobre cuidados com os olhos? Deixe seu comentário e siga nosso perfil no Instagram para ver mais dicas!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *