Atenção com o frio: como cuidar dos olhos no inverno?

Quando o frio chega, fica até difícil elencar as preocupações: febre, dor de garganta, gripe, pneumonia e problemas de pele são algumas delas. Um ambiente paradisíaco para os hipocondríacos e de muito cuidado para os meros mortais. Os olhos, quase sempre, são esquecidos do ritual básico para prevenir os males do inverno. Sorte que estamos aqui para que você enxergue o óbvio: seus olhos merecem mais atenção.

Cenário perfeito para as doenças

A relação é de causa e consequência. Preste atenção: as pessoas saem menos de casa, até porque, ninguém aguenta tanta friaca. Resultado: há uma grande concentração de pessoas em ambientes fechados e aquecidos. Os vírus e bactérias aproveitam o clima amistoso para fazer a festa. Dois problemas relacionados aos olhos se destacam quando vírus e bactérias derrotam a imunidade humana:

  • A conjuntivite, como o próprio nome induz, é uma inflamação da conjuntiva. Pode ser dividida em três categorias: bacteriana, alérgica ou viral. Os olhos ficam bem vermelhos e as pálpebras, inflamadas. Como o contágio é feito pelo contato direto, quem pega conjuntivite fica liberado do trabalho ou da escola. O tratamento é feito com colírios e compressas sobre a pálpebra. Até o vírus ir embora, o paciente fica em casa, de repouso.
  • A Síndrome do Olho Seco afeta, geralmente, mulheres mais velhas. A lágrima não é produzida corretamente, o que provoca um ressecamento na superfície dos olhos. Vermelhidão, coceira e sensação de areia nos olhos são os principais sintomas.

 

Confira os alimentos que melhoram a saúde dos olhos!

Não faz mal a ninguém

Atenção, cautela e prudência. Repita o trio de palavras como um mantra para não passar perrengue com os olhos no inverno. Sabe a lei da atração? O frio é um convite para as doenças oculares: baixa temperatura, clima seco, poluição e muito, mas muito pó, que se instala nas casas sem hora para sair, já que o ambiente fica fechado e sem ventilação. Para se proteger, siga o lema de Ivete Sangalo: levante a poeira com os seguintes cuidados:

  • A gente sabe que a friaca incomoda, mas tente manter, com alguma frequência, as janelas abertas. Até na hora de dormir. A ventilação ajuda a dispersar o pó.
  • O frio te obriga a retomar antigas amizades. Lembra daquela blusa velha esquecida no guarda-roupa há quase um ano? E aquele cobertor que você nem sabia que existia mais? Antes de colocá-los para jogo, dê uma boa lavada para evitar o acúmulo de poeira.
  • Quer espantar de vez a poeira? Não compartilhe toalhas de rosto e de banho, mantenha o filtro do ar-condicionado sempre limpo e vá passear de vez em quando com o seu pet. O pelo dos animais em tapetes e sofás pode provocar coceira e irritação.
  • O ressecamento das lentes de contato também é muito comum nessa época. O cuidado com a limpeza deve ser redobrado.
  • Mantenha os olhos hidratados com colírios lubrificantes. Eles ajudam a evitar a síndrome do olho seco.
  • E quem não tem colírio? Usa óculos escuros? O ideal, ao contrário do que cantava Raulzito, é usar os dois! O colírio para lubrificar e os óculos para proteger os olhos dos raios UVA e UVB. E vale lembrar sempre: NÃO abra mão dos óculos de sol mesmo em dias nublados.

 

Confira alguns cuidados que devem ser tomados ao usar óculos com lentes espelhadas!

Concluímos com duas dicas tradicionais: não se esqueça de piscar bastante os olhos quando usar o computador, tablets e smartphones. Se precisar de armações elegantes e poderosas, visite uma das lojas das Óticas Diniz. São mais de 1000 lojas em todo o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *