Saiba o que fazer para evitar a alergia ocular

Responsável por um dos nossos cinco sentidos, os olhos captam as imagens e enviam a informação para o cérebro, que faz o reconhecimento e a interpretação daquilo que foi visto.

A importância dos olhos é inegável, afinal, passamos boa parte do dia com os olhos abertos e por isso a conjuntiva, que é a membrana que recobre a superfície ocular, está em constante contato com o ambiente. O problema é que esta membrana é sensível e em proximidade com determinadas substâncias pode provocar alergias.

Você sabia que entre 15% e 20% da população mundial desenvolve algum tipo de alergia ocular, principalmente os que já sofrem de outros tipos, como rinite e sinusite?

Os sintomas são semelhantes aos da conjuntivite (como vermelhidão, irritação ou inchaço), mas o tempo de duração, caso a alergia ocular seja tratada corretamente, é bem menor: de dois a três dias após o uso dos medicamentos, contra uma ou duas semanas da conjuntivite infecciosa.

A boa notícia é que alguns cuidados podem ser tomados como prevenção e também devem fazer parte da rotina de quem contrai a alergia. Confira!

Cuidados preventivos

A prevenção pode ser considerada o passo número um no tratamento de alergias, inclusive a ocular. Abaixo, algumas dicas para evitar o contágio de alergia ocular:

– Mantenha os ambientes de maior frequência limpos, arejados e, sempre que possível, em exposição ao sol, evitando assim o aparecimento de ácaros.

– Fique sempre atento a possíveis vazamentos de água. Água acumulada onde não deve e em contato com determinados materiais pode ocasionar o aparecimento de mofo.

– Reduza ao máximo objetos que acumulam poeira, como travesseiros, colchas, almofadas, cortinas de pano, bichos de pelúcia etc.

–  Use aspirador de pó ao invés de panos molhados para limpar o ambiente.

– Não utilize vassouras, espanadores ou outros utensílios que podem espalhar a poeira pelo ambiente na hora da limpeza.

– Colchões e travesseiros devem ser encapados com material impermeável e antialérgico e lavados periodicamente.

– Faça a limpeza do ar-condicionado de casa ou do trabalho semanalmente.

– Faça a higienização do ar-condicionado de seu automóvel de seis em seis meses.

– Evite coçar os olhos para não levar sujeiras do dia a dia e não estimular o surgimento de alergias.

– Mantenha seu animal de estimação sempre limpo e tosado.

Cuidados no pós-contágio

– Procure um médico especialista.

– Faça compressas frias sobre os olhos fechados.

– Não lave os olhos com soro fisiológico, pois o sal contido no soro pode intensificar a alergia.

– Não esfregue ou coce os olhos. A sujeira das mãos pode agravar a alergia.

– Lave os olhos apenas com água corrente.

Outros cuidados

Na maioria dos casos, os oftalmologistas utilizam diferentes tipos de colírios para tratar a alergia ocular. Em algumas situações a opção escolhida pode ser a vacina antialérgica, tratamento conhecido como imunoterapia. A ideia é tirar a sensibilidade do organismo aos causadores de alergia, estimulando assim a imunidade do paciente.

Vale destacar que alguns casos de alergia ocular que não são tratados corretamente podem evoluir para problemas mais sérios, como úlceras e o surgimento de placas ou vasos anormais na periferia da córnea.

É importante o acompanhamento médico periódico, principalmente para os que entendem que a aparição de alergias oculares virou algo constante. Mas você conta com as Óticas Diniz para se prevenir.

Você já teve ou conhece alguém que tem alergia ocular? Conte aqui nos comentários e confira mais novidades na nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *