Lentes mais adequadas para cada problema de visão

Você sabia que cerca de 19% da população (brasileira ou mundial?) apresenta algum problema de visão? Na maioria dos casos, a melhor forma de tratar essas alterações visuais é com o uso de óculos. Na hora de escolher o modelo, é preciso seguir todas as recomendações prescritas pelo oftalmologista. Isso porque as lentes variam de acordo com o problema de visão.

 

Usar óculos que não são próprios para o seu problema de visão pode fazer com que você fique com dores de cabeça, desconforto visual e até tenha dificuldades para se concentrar em uma tarefa cotidiana, como dirigir, assistir a um filme ou trabalhar em frente ao computador. Isso sem falar que o seu problema de visão pode até aumentar.

 

Para evitar que tudo isso aconteça, confira quais tipos de lente costumam ser usadas para cada problema de visão.

 

Conheça os alimentos que melhoram a saúde dos olhos!

 

Miopia

 

Quem tem miopia apresenta dificuldade para enxergar objetos que estão longe. Por isso, as lentes dos óculos precisam ser divergentes. O que isso significa? Que elas ajudam a ajustar o foco, fazendo com que as imagens sejam “empurradas” para trás de onde eram formadas. Assim, consegue-se enxergar normalmente.

 

Vale lembrar que as lentes dos óculos de grau para esse tipo de problema de visão são mais espessas nas bordas do que no centro, justamente para oferecer melhor conforto visual.

 

Hipermetropia

 

A hipermetropia funciona de modo inverso ao da miopia, ou seja, a pessoa tem dificuldade para enxergar o que está perto. Por isso, a lente para este tipo de problema de visão é convergente. Ela ajuda a “puxar” o foco do local em que a imagem se forma, trazendo-o para a retina.

Astigmatismo

 

O astigmatismo é um problema de visão em que a córnea dos olhos apresenta formato oval. Com isso, a luz fica distorcida quando entra nos olhos, fornecendo múltiplos pontos focais. É por isso que há tanta dificuldade para enxergar objetos de forma definida ou mesmo para ler um texto, tanto de perto quanto de longe. Pacientes astigmatas usam lentes cilíndricas.

 

Normalmente, quem sofre desse problema de visão também tem miopia ou hipermetropia. Por isso, é preciso consultar periodicamente o oftalmologista para que ele possa avaliar cada caso e recomendar o tipo de lente mais adequado para os óculos de grau.

 

Resumindo: você poderá usar lentes divergentes ou convergentes (esférica ou cilíndrica) e terá uma definição de eixo – uma medida que varia de 0° a 180°.

 

Como podem ver, a escolha da lente dos óculos de grau é complexa e varia muito de pessoa para pessoa. Por isso, certifique-se de consultar um especialista de confiança e de comprar óculos certificados em locais seguros. Para essa segunda etapa, conte sempre com a equipe das Óticas Diniz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *