hipertensão e a saúde ocular

Hipertensão e a saúde ocular

Também conhecida como pressão alta, a hipertensão arterial sistêmica provoca o aumento dos níveis da pressão arterial, e é uma doença bastante comum, principalmente quando se chega em determinada idade.

Sem o tratamento adequado, a hipertensão pode acarretar graves consequências, como derrame cerebral, infarto, insuficiência cardíaca e renal, além de prejuízos à saúde ocular também.

Saúde ocular

O principal problema que a hipertensão causa nos olhos é a retinopatia hipertensiva, alteração na retina, camada que reveste internamente o globo ocular e que é responsável por transformar a luz em visão.

O diagnóstico é feito através do exame de fundo de olho, no qual é possível observar a retina e os vasos retinianos e, dessa forma, identificar e classificar pequenas hemorragias, áreas de inchaço na retina, chamadas de edemas, além de vasos debilitados.

Consequências

Pacientes hipertensos também podem ficar mais propensos a oclusões vasculares na retina e no nervo óptico, quando ocorre o fechamento completo dos vasos, o que causa falta de suprimento de sangue para essas estruturas oculares.

Em casos de aumento extremo da pressão arterial, pode ocorrer desde inchaço do nervo óptico até descolamento de retina.

Tratamento

Para que o quadro de hipertensão e os consequentes problemas oculares não se agravem, é necessário que seja feita a prevenção e o tratamento da doença, evitando, inclusive, que chegue até uma retinopatia hipertensiva.

A prevenção passa, principalmente, por mudanças no estilo de vida, como a prática de atividade física e a adoção de uma dieta equilibrada que privilegie alimentos naturais em vez dos industrializados. Em casos mais graves, pode-se fazer uso de medicamentos anti-hipertensivos, sempre com acompanhamento médico.

Por isso, é importante fazer consultas periódicas e conversar também com o seu oftalmologista sobre a necessidade do exame de fundo de olho, principalmente se você tem quadros de hipertensão na família.

Os dados obtidos através do exame são fundamentais e auxiliam no tratamento da pressão alta.

Hipertensão ocular

É importante não confundir a hipertensão arterial com a ocular, assim como glaucoma e hipertensão ocular. Os termos são, frequentemente, mencionados como sinônimos, mas consistem em diferentes condições.

Hipertensão ocular é uma pressão elevada nos olhos, quando esta ultrapassa o valor de 21mmHg – considerado o normal.

Ter a pressão elevada nos olhos, porém, não significa que a pessoa sofra de glaucoma, mas que tem o risco de desenvolver a doença, que acomete o nervo da visão e independe da pressão alta nos olhos.

No glaucoma, ocorre a progressiva morte das fibras que formam o nervo responsável pela visão. Quando não é diagnosticado e tratado a tempo, pode evoluir para uma cegueira.

Para mais dicas e informações, fique de olho no Facebook e no Instagram das Óticas Diniz.

 

FONTES

Saúde Ocular. Biblioteca Virtual em Saúde, Ministério da Saúde. http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2119-saude-ocular

Hipertensos precisam estar atentos à saúde ocular. Portal da Oftalmologia. http://www.portaldaoftalmologia.com.br/noticias/2648-hipertensos-precisam-estar-atentos-%C3%A0-sa%C3%BAde-ocular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *